domingo, 19 de novembro de 2017

Invadindo seu espaço, mais um episódio do seu podcast Foguete, se liga nas novidades!


Entrevistas com a banda brasiliense Penúria Zero,  mostrando o lançamento do seu mais novo álbum, o Manipulado e com Rafael Lago, falando da importância  
do espaço cultural Zepelim, na cena autoral da cidade, comemoração dos  25 anos do álbum Automatic For the People do R.E.Mnovidades de Tulipa Ruiz e Dado Villa-  Lobos  e representando o lado internacional, as novas do Wilco e do duo Sleigh Bells, e  minha  mais nova descoberta musical, a banda de indie pop  escocesa, Bubblegum Lemonade.




O Foguete Podcast agradece a participação da banda  Penúria Zero e Rafael Lago, e principalmente a você que nos escuta!

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Rockriança 2017 - Crianças felizes no caminho do rock


Sábado, dia 21 de outubro, acontece  na capital, na cidade satélite de Taguatinga, a 5ª edição do festival Rockriança – Rock, diversão e solidariedade, evento beneficente, que celebra o dia das crianças ao ritmo de rock n’ roll. Idealizado em 2013 pelo jornalista e músico Bruno Caetano, em parceria com o amigo, empresário e agitador cultural, Juscelino Ferreira Lima (o ), o evento nasceu com a nobre ideia de oferecer ajuda a crianças carentes através de um evento de rock dirigido ao público infantil.
Além da parte beneficente, o evento também vem como suporte a produção cultural independente local, e esse ano vai contar com a participação das bandas: Dínamo Z, Kábula, Baratas de Chernobyl, Dog Savanna, Metrópole Locomotiva, MoonStone e Rodolfo Alucinado, e claro também com muitas brincadeiras, doces e sorteio de brindes. A entrada é mediante a doação de um brinquedo em bom estado, roupas ou livros, que serão doados para FALE (Fundação Assistencial Lucas Evangelista – instituição que abriga e cuida de crianças soropositivas). As doações também serão destinadas a crianças em situação de rua, e  já podem ser feitas antecipadamente, com entrega no Espaço Cultural Aftosa G-13, local onde acontecerá o evento, ou através da busca da sua colaboração,  entrando  em contato com a produção pelo telefone: (61) 99611-6954, já garantindo sua entrada. Nessa edição, além da forma habitual de colaboração, o evento também conta com uma rifa solidária, de mini bicicletas doadas por uma rede de móveis local (Star Móveis), com renda revertida  para o custeio da estrutura do evento. 
Rockriança, rock, diversão e solidariedade por um mundo melhor.

Por Gabriella Riot


Serviço:

Rockriança 2017, 5ª Edição - Rock, diversão e solidariedade
Tema: Crianças Felizes no Caminho do Rock
Link do evento: https://goo.gl/17DBbV

Atrações musicais: Rodolfo Alucinado, MoonStone, Dínamo Z, Dog Savanna, Metrópole Locomotiva, Baratas de Chernobyl e Kábula
Brincadeiras: pula-pula, piscina de bolinhas, cama-elástica, tobogã, pintura de rosto, distribuição de doces, sorteios, entre outros.  
Data: 21/10/2017
Horário:  A partir das 13h
Local: Área verde atrás do Quiosque Cultural Aftosa G-Treze - QNG 03/13- Taguatinga Norte- ao lado do Supercei.
Entrada: Brinquedo em bom estado, fraldas, alimentos não perecíveis, roupas ou livros.

Apoios: BRockado Produções, Estúdio Mercearia e Zine Oficial.
Apoios promocionais: Art Fluxo Tatoo e Filial do Rock 
Realização: Dínamo Z e Espaço G.13. 

Produção Rockriança
Contato: (61) 99611-6954 
E-mails: rockrianca@gmail.com / brunocaetanojornalismo@gmail.com

sábado, 14 de outubro de 2017

Brisa Sul – Vibe sincera e na moral


Gosta de uma good vibe sincera e na moral? Essa é literalmente a onda da banda pernambucana, Brisa Sul. Formada em 2015, após algumas variações, hoje com a formação contando com: Lucas Jah com sua voz suave e firme no vocal e na guitarra, Lucas London também na guitarra, Lucas Mamedes no baixo e Felipe Silva na bateria, o som da banda vem sombreado em uma mescla de pop rock, reggae e rap, com letras cotidianas discursivas, com rimas sutis  e poesia, feitas para relaxar, pensar, e por que não viajar? Com influências declaradas da geração 90 da música nacional, tais como Raimundos, Charlie Brown Jr., Rappa, Racionais, Ponto de Equilíbrio e Edson Gomes, e também pela nova geração rap. A banda tem já na sua estrada, um álbum lançado, o Noite inteira (2015), um EP audiovisual, o Recompen$a (2016), disponibilizado em seu canal no Youtube, meu destaque dentre as músicas, vai para a canção Camaleão
 “ Mano que viagem, mano vê se pode, o Camaleão ainda usava um casaco do Bob...” 
A banda vem lançando seu último trabalho, o single Prosperando, que também  já vem com um clipe litorâneo, gravado na praia de  Itapuama-PE.

Por Gabriella Riot

Saiba mais sobre a banda:
Facebook
Instagram
Youtube

Confira o clipe de Prosperando:

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Invadindo seu espaço, cheio de novidades, mais um episódio do seu podcast Foguete! Vem aterrissar?


Entrevista com a banda brasiliense Misandria, comemoração dos 40 anos do álbum Never Mind The Bollocks, Here's The Sex Pistols,  do Sex Pistols, novidades das banda L7 e Weezer, e representando o lado nacional, as novas de Djavan e Gilberto Gil, conheça o Seed Project, projeto senegalês que vem com a ideia de igualar as oportunidades de gênero, usando a educação e o basquete como promoção social e  minha  mais nova descoberta musical, a banda norte americana de indie pop Brittle Stars.



O Foguete Podcast agradece a participação da banda Misandria e principalmente a você que nos escuta!

sábado, 30 de setembro de 2017

The Killers - Wonderful Wonderful, resenha


🎧 #HypeMusic: THE KILLERS 🤘 Wonderful Wonderful
HYPE🎯: MÉDIO 👊

Banda lança quinto álbum com maturidade no som e belas canções que combinam com grandes festivais e roqueiros de boutique. A banda transita entre a excelente repercussão de sua estréia em Hot Fuss de 2004 e álbuns de pouca repercussão como o último lançado, Battle Born em 2012. Sofrendo de crise existencial no próprio som que faz e ecoando muitas referências, a banda se perdeu um pouco em escolhas erradas e ainda bem conseguiu se encontrar neste trabalho. O The Killers voam alto de novo com Wonderful Wonderful, com a mesma pegada ora cafona ora moderna misturado com a energia que muitas vezes a banda deixa de lado para clamar suas influências claras a Bruce Springsteen e U2. Não tem como negar que a banda evoluiu bastante e sua estética pós garage representa esse novo rock "limpo" e cheio de estética até influenciada por sua cidade natal Las Vegas. Longe de ser criativo ou inovador mas muito bem produzido, a sonoridade lembra os anos 80 e suas grandes bandas e sintetizadores ao mesmo tempo que é leve e despretensioso.

Top 5 Meu Hype do Wonderful Wonderful
1. Run for Cover 
2. The Man 
3.Tyson V.s Douglas 
4. The Calling 
5. Out Of My Mind

🔊🔊 Nosso The Killers está Vivissímo!
#MeuHype 👌Bom ! 

Por Sérgio Ghesti

Ouça no Spotify ou nas melhores plataformas musicais! 



Sérgio Ghesti, nosso mais novo colaborador, é, além de músicolatra, um cinéfilo apaixonado, onde escreve também suas impressões nas suas incursões pela sétima arte, na sua página: facebook.com/meuhype

domingo, 13 de agosto de 2017

Projeto SOM+POESIA - Música e poesia no seu domingo


Dia 20 de agosto vai rolar aqui na capital, a 1° edição do Projeto Som + Poesia.
Inaugurando uma nova temporada de eventos culturais, o bar Zepelim, vem dar espaço a mais um motin cultural. O Projeto Som + Poesia vem com a proposta dominical  de envolver no mesmo espaço, música, zines e publicações independentes de artistas locais. Idealizado por Marlus Alvarenga, o  Som + Poesia, vai contar também com um palco aberto, no intervalo das discotecagens, destinado a leitura, recital e declamação de trabalhos, ainda na parte da músical, Marlus promete agitar o encontro com  o melhor do indie rock e do rock alternativo, junto a Jully Dourado que vai trazer toda a nostalgia oitentista musical. Lembrando que quem quiser participar  ou ser um expositor é só entrar em contato com a producão. 
Projeto Som + Poesia, agite suas ideias e seu domingo.

Por Gabriella Riot

Serviço:

Projeto Som + Poesia 
Feira de zines e arte de artistas locais.
Djs: 
+Marlus Alvarenga
+Jully Dourado
[Palco aberto entre as discotecagens].

Data: 20/08
Local: Zepelim hamburgueria, QE 40, rua 11, lote 7. Guará II, Guará, Distrito Federal.
Horário: A partir das 18:30.
Valor: 7$.

domingo, 30 de julho de 2017

Invadindo seu espaço, cheio de novidades, mais um episódio do seu podcast Foguete! Vem aterrissar?


Entrevista com o power trio brasiliense Supervibe, novidades das bandas Motörhead, Nine Inch Nails, Garbage e  Belle & Sebastian  e representando o lado nacional temos as novas dos Paralamas do Sucesso, Otto e Chico Buarque,  saiba o resultado da nossa promoção de uma conta premium no Spotify, venha conhecer a plataforma brasileira Women’s Music Event, que visa acelerar o protagonismo feminino na música e nossa nova descoberta musical, a cantora e compositora Marcela Cardoso.

Foto: Philipi William Lisboa



O Foguete podcast agradece a participação do trio Supervibe, e principalmente a você que nos ouviu!

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Sonic Youth - NYC Ghosts & Flowers, álbum do dia.



Ouvir e falar desse álbum do Sonic Youth, o NYC Ghosts & Flowers, me traz uma imensa nostalgia... na oitava série, eu tinha uma amizade muito foda, com uma professora minha de inglês , a , que gostava bastante das coisas que escrevia, na verdade, a primeira pessoa para qual apresentei minhas escritas, e também a primeira  que vi chorar lendo um texto meu...imagina só, eu uma adolescente, vendo uma mulher chorar na minha frente, isso claro me tocou profundamente...infelizmente ela se foi do plano presente
faz algum tempo, mas não quero falar sobre essa parte, não me sinto sólida  ainda em lembrar disso, ainda me emociono... a parte que quero lembrar aqui, é que na época, eu pedi para ela para traduzir todas as músicas desse álbum para mim, em primeiro a canção Nevermind (What Was It Anyway), minha favorita da banda, com o vocal e a letra  foda  da Kim Gordon... Não dormi direito a noite passada, afundada entre medos e saudades, amanheci com a canção Renegade Princess na cabeça, e depois dela, lá fui e estou aqui a ouvir esse grande álbum, mas não tão hypado como alguns do Sonic Youth, comprei ele na extinta loja Planet Music, no Taguatinga Shopping aqui no DF
NYC Ghosts & Flowers é o décimo primeiro álbum da banda, gravado pelo selo Geffen Recordslançado em 2000, vem com 8 faixas, introvertidas, ruidosas e experimentais, que são elas:
"Free City Rhymes" (letra/vocal Moore) – 7:32
"Renegade Princess" (letra Moore, vocal Moore, Gordon, e Ranaldo) – 5:49
"Nevermind (What Was It Anyway)" (letra/vocal Gordon) – 5:37
"Small Flowers Crack Concrete" (letra Moore, vocal Moore, Gordon, e Ranaldo) – 5:12
"Side2Side" (letra/vocal Gordon) – 3:34
"StreamXSonik Subway" (letra/vocal Moore) – 2:51
"NYC Ghosts & Flowers" (letra/vocal Ranaldo) – 7:52
"Lightnin' (letra/vocal Gordon) – 3:51
NYC Ghosts & Flowers  uma super indicação para você sair um pouco do seu plano hoje.

Por Gabriella Riot

Ouça o NYC Ghosts & Flowers:

sábado, 15 de julho de 2017

Wado - Vazio Tropical, álbum do dia.


Fim de semana frio por quase todo Brasil, e que tal um álbum bem legal para você que vai ficar tranquilo curtindo algum sossego? A dica de hoje é o álbum Vazio Tropical do cantor e compositor catarinense, Wado.
Lançado no ano de 2013 com a produção de Marcelo Camelo e Fred Ferreira, Vazio Tropical obteve  na época uma boa recepção da crítica especializada, sendo considerado por muitos um dos melhores discos do ano.
Carregado de sentimento Vazio Tropical nos trás 11 canções, e conta com parcerias de Gonzalo Deniz  na faixa Carne, Cícero na faixa Zelo (minha favorita), Momo  na faixa Flores do Bem na belíssima reflexiva  canção Tão Feliz  a participação vocal de Marcelo Camelo.
Wado possui em sua discografia 10 álbuns lançados e participações em diversas compilações, sendo o álbum Ivete (sim, é a Ivete Sangalo mesmo), seu derradeiro lançamento, no disco Ivete, Wado vem trazendo uma pegada axé e do ijexá em sua canções, e usou a baianidade lírica  de Ivete  Sangalo, como inspiração.
O axé é bem mais punk que o próprio punk - Wado

Quer saber mais sobre Wado? é só acessar sua página no Facebook, quer baixar suas músicas? é só entrar no seu site: wado.com.br

Por Gabriella Riot

Ouça Vazio Tropical:

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Ninfetas do Além - Música para fugir do mesmo


A banda brasiliense Ninfetas do Além vem provando que pode sim, através do cômico, levar de maneira sútil, uma mensagem de diversidade, através de uma linguagem irônica e sarcástica. A banda Ninfetas do Além traz através de músicas autorais e versões, uma proposta de liberdade, seja na estética visual, ou nas suas letras carregadas de duplo sentido, envoltos em uma esfera autêntica rebuscando um universo próprio, chamado por eles de “Além”, saindo de maneira confortável  e natural,  da linguagem repetitiva e normal de um concerto de rock, tornando suas apresentações uma verdadeira performance artística, em uma mistura densa e plural de diversos estilos musicais, metal, pop, baião, jazz, sertanejo universitário, funk e rap, e o que surgir na sua busca pela expansão desse “Além”.



Idealizada em 2012, por Guilherme Cezario (guitarrista e compositor) e Sarah Goulart (cantora e letrista), a banda hoje tem em sua formação, Sarah Goulart e Beatriz Lopes (Baby Bya), vocais, Guilherme Cezario (Guita das Galáxias), guitarra, sintetizador e backings vocals, Maria Luísa Colusso (Malu Colorida), teclado, Raul Waldino (O Madame Rauel), baixo e André Rodrigues (Cabrito Mágico) na bateria, Pad e backings vocals.

A banda vem lançando o videoclipe da música autoral Boy Magia, um romance “gay” etéreo, envolto musicalmente em um eletro baião psicodélico sintetizado, com uma letra que com certeza vai grudar na sua mente e te tirar da mesmice singular musical. 
Ninfetas do Além, uma brincadeira bem séria e potencial para quem vê, ouve e sente em entrelinhas, liberdade criativa. Aposto.

Por Gabriella Riot

Quer saber mais sobre a banda?
Facebook: https://goo.gl/EtLRQR

Veja o videoclipe Boy Magia:

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Sarau Caliandras – Expressão através da arte por mulheres


No próximo sábado (dia 8 de julho) vai acontecer aqui na capital, no Espaço Cultural Ubuntu, a  8ª Edição do Sarau Caliandras.
Evento que tem como intenção trazer expressão as mulheres do DF, através da arte.
A ideia nasceu em 2007, quando Fátima Braga e Paola Tainan, mãe e filha, que já trabalhavam juntas com artesanato e oficinas artísticas, decidiram expandir a participação nessas atividades e agregar mais mulheres da família, aumentando a produção e a renda familiar. Isso deu início a uma cooperativa de artesanato, que com o tempo e a união de várias  mulheres se transformou no embrião do sarau,  nomeado até então de Àgata Luz. Elas se juntaram a Emilie Castellar, Karyne Justino, Ludmilla Carla, Solange Bueno, Joana Iza e  Letícia Costa, e mandaram ver nessa nova empreitada. Isso gerou diversas participações em feiras e a filiação de algumas mulheres do grupo à  Associação dos Artesãos do DF. Com o tempo e as necessidades, houve motivos para uma pausa nessa união produtiva.
Com dois anos de hiato, veio a vontade de retomar as atividades culturais, só que com maior alcance e comprometimento. Assim nasceu o Coletivo Caliandras, hoje composto por Mayara Freire, Fátima Braga, Paola Tainan, Emilie Castellar, Solange Bueno, Natália Cristina e Analú.
Com a motivação de expansão do protagonismo feminino e o uso revolucionário da arte, elas decidiram criar um espaço que envolvesse não só as mulheres do coletivo, mas também mulheres de fora, tendo como base pra esses encontros a troca de vivências e arte.

Esse é o Sarau Caliandras, que teve sua primeira edição no ano passado e já passou por diversas cidades satélites como Taguatinga, Areal e Recanto das Emas, sempre com o apoio de outros coletivos e de espaços culturais como o Espaço Cultura Ubuntu, e Mundo Olhares e Saberes.
 O Sarau Caliandras vai contar com uma feira de literatura, artesanato e música. Além das atividades culturais, o dia será também de arrecadar agasalhos para doação.

Por Gabriella Riot
Revisão de texto: Renata Lopes

Sarau Caliandras
Data: 08/07
Horário: A partir das 16 h
Local: Espaço Cultura Ubuntu, Quadra 101, AE 1, Lote. 18, loja. 4, Recanto das Emas

Atrações confirmadas:


Poesia: Analú, JaQ Soul, Natália Cristina e  Lúcia Iara


Roda de prosa: Juliana Krause (maternidade)


Música:Tiz e Paola Tainan

Feira de literatura e artesanato e palco aberto.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Watoo Watoo - Fórmula musical para se derreter


Esse post vai para pessoas delicadas, eheh, o som da vez vai para o duo de indiepop francês Watoo Watoo.
Com canções mágicas de melodia suave, o duo é formado por Pascale  e Michaël, e já lançou em seus 15 anos de existência 4 álbuns e 3 EP’s, participando também, de diversas compilações. Nos primeiros anos de existência do duo a base da suas canções se estendiam basicamente no indiepop, mas com o passar do tempo, foram absorvendo mais estilos musicais, incorporando  acordes de jazz e bossa beat. A fórmula de composição do duo, acontece com Michaël produzindo os primeiros traços e com a ajuda de amigos acrescenta mais instrumentos as canções, e depois, Pascale vem fechar com a sua  edulcorada voz. Com influências diversas, inclusive de artistas nacionais como a cantora brasileira de bossa nova, MPB e jazz, Astrud Gilberto, o  músico e compositor brasileiro de bossa Sérgio Mendes e Tom Jobim, a banda ainda cita também como referência, artistas como: Beatles, Belle & Sebastian (a primeira  referência, que vem na sua cabeça, para quem conhece a banda), Blur, Brisa Roché, the Buzzcocks, Charles Trenet, the Cure, David Bowie, The Feelies, Felt, Iggy Pop, Julien Baer, Katerine, the Kinks, Le Mans, Luna, Galaxie 500, The Pale Saints, Peter Astor, Saint Etienne, Serge Gainsbourg, The Smiths, Stan Getz, Coltrane, Keith Jarrett, Stereolab, the Velvet Underground, Weekend, The Wedding Present, Young Marble Giants e algumas músicas dos anos 70, uma mistura densa de bom gosto musical  com toda certeza, e  o resultado nossos ouvidos agradecem, a competência harmônica de Michaël  aliada a voz de Pascale, junto ao inegável charme da língua francesa, presente  em quase todas as músicas, derrete até a nossa bigorna auricular, um super duo, para se guardar em uma caixinha e abrir de vez quando... e confesso que não consegui listar apenas uma música favorita... o nome Watoo Watoo da banda, com toda certeza foi inspirado na animação infantil francesa, Wattoo Wattoo Super Bird, mais uma coisa, que te faz lembrar a banda Belle & Sebastian (o nome  foi inspirado na  série de anime adaptada do romance Belle et Sébastien da autora francesa Cécile Aubry).
Watoo Watoo um duo para quem se permite derreter.

Quer ouvir o duo e também se apaixonar?:

"Une si longue attente"- 2014:

"Le tourbillon" EP- 2012:

"La fuite" - 2007:

 Ou nas principais plataformas de streaming musical.

Por Gabriella Riot

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Extra! Extra, invadindo seu espaço, cheio de novidades, mais um episódio do Foguete! Vem aterrissar?


Entrevista com a banda brasiliense Distintos Filhos, novidades de PJ Harvey e das bandas Trupe Chá de Boldo e Queens Of the Stone Age, comemoração do aniversário dos 20 anos do álbum Ok Computer do Radiohead, saiba sobre o projeto do filme Faça Você Mesma, que conta a história do Movimento Riot Grrrl brasileiro, conheça o projeto musical alagoano  Ethereal e nossa nova descoberta musical, o duo de indie folk britânico, The Happy Couple.



O Foguete podcast agradece a participação da banda Distintos Filhos, e principalmente a você que nos ouviu!

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Festival Pobrepaloozer, 1º edição - Música autoral da capital a serviço do bem

© Direitos autorais reservados : Héctor Barroso e Rodriago Araya Salas

Nascido de uma brincadeira com o nome de um dos maiores festivais musicais do mundo o Lollapalooza, vai acontecer aqui na capital o Pobrepaloozer.
Organizado pelos amigos Hugo Godoy, Victor Felix, Brenda Sarmento, Gabriel Domingues, Emanuel Moreira e Matheus Xavier, com apoio do estúdio musical Tálamo, no dia 1º de julho, vai rolar aqui na capital, na cidade satélite Samambaia, o festival alternativo Pobrepallozer, com apresentação de várias bandas, djs e foodtrucks.
Com a intenção de apoiar a cena autoral da cidade, o festival vem em sua 1º edição, prometendo diversão, muita música e boa comida. Os ingressos já estão disponíveis para venda, na bagatela de apenas 10R$, ou 5 R$, para quem doar 1kg de alimento não perecível, um brinquedo em bom estado ou um agasalho, pois além de diversão e o apoio a cena musical da cidade, o intuito do festival tem também, o nobre motivo de ajudar uma instituição de caridade.
Alessandro Gomes, baterista da banda Diacho é Isso, uma das participantes do evento, nos contou das expectativas, desse, que vai ser o primeiro show da banda:

"Todos os integrantes estão com uma grande expectativa pois será nosso primeiro show depois da finalização do primeiro disco. O evento me parece bem organizado, além da finalidade de dar suporte a pessoas carentes. Isso me deixa ainda mais animado para participar desse evento. Tenho conversado com os outros integrantes da Diacho é Isso e eles me passam o mesmo sentimento, precisamos de mais eventos assim, que ajude a parte mais fragilizada da sociedade e ao mesmo tempo abra um espaço para as bandas locais!".

Pobrepaloozer, uma oportunidade de diversão garantida a serviço do bem.

Por Gabriella Riot

Serviço:

Pobrepaloozer - 1º edição
Data: 1 de julho
Horário: das 13:00 às 22:00
Valor: 10R$ ou 5R$ (levando um 1kg de alimento não perecível, um brinquedo em bom estado ou um agasalho).
Ingressos antecipados: (61) 8364-4645/8334-1084
Local: Tálamo Studio - Chácara 3, conjunto B lote 33-A Colônia Agrícola Samambaia.
Se for usar o serviço UBER  ou o Google Maps é só digitar Tálamo Studio e conseguir direto a localização.

Quer saber mais sobre as bandas, detalhes do evento e confirmar sua presença?: https://goo.gl/MUAmvn


Bandas

Van Grog
NaVan
Sinéstesie
Frequência
Old César 88
Cold Café
Diacho é Isso
Dorme Sujo HC
E-manufaturado
Leviã
Duex
Armadillah

Dj’s
NoiseBoy & Møntenegro 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Skank- Tributo Scream Yell

 

A Scream Yell preparou mais um excelente tributo! com sua primeira parte lançada dia (12/06) e a última ontem, dia (19/06) nasceu o tributo, Dois Lados. Idealizado e produzido pelo produtor Pedro Ferreira (responsável também por homenagens a banda Los Hermanos e Milton Nascimento, pela Scream Yell), reunindo artistas já conhecidos e artistas contemporâneos revisitando a obra da banda mineira Skank, na primeira parte do tributo, encontramos releituras de alguns artistas tais como André Abujamra, A Banda mais Bonita da Cidade, Esteban Tavares (Ex- Fresno) e Anavitória, já na segunda parte, Fernando Anitelli (Teatro Mágico), Nevilton, Ana Larrouse junto a Léo Fressato, Dani Black e Lulina.

O tributo Dois Lados, é um compilado de 32 faixas dispostas para download gratuito e audição no Soundcloud (Exceto Amores Imperfeitos, com Anavitória, que a pedido da gravadora Universal, não se encontra no Soundcloud, mas está disponível para download gratuito  na primeira parte. Meus destaques vão para Ela Me Deixou com Seu Pereira e Coletivo 401 e minha favorita da banda, a não tão conhecida, Formato Mínimo (que confesso que nunca imaginaria ela ser uma das escolhidas), interpretada pelo doce gênio Fernando Anitelli
Dois Lados, uma super homenagem a banda, traçada por artistas de várias gerações.


Fonte: Scream Yell

Baixe gratuitamente a  parte 1/ parte 2 ou ouça :


Ficha Técnica:


Projeto idealizado e produzido por Pedro Ferreira.
Realização: Scream & Yell.
Masterização por Eduardo Kusdra no Estúdio Arte Master (Araras – SP).
Produção artística e executiva: Pedro Ferreira.
Ilustrações: Luyse Costa.
Projeto gráfico: Mariana Viana

domingo, 4 de junho de 2017

No ar seu segundo episódio do Foguete! Vem aterrissar?

Entrevistas com a banda brasiliense Toro e com as garotas do projeto mineiro Garotas Amplificadas, comemoração do 50 anos do álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band dos Beatles, novidades das bandas Arcade Fire, Foo Fighters, Mogwai , Nevilton e Radiohead e nossas mais novas  descobertas musicais, as bandas: Trombone de Frutas e Somato

*Acidentalmente trocamos o nome do guitarrista da banda Toro, que se chama Francisco Vasconcelos e não Felipe como em um momento foi dito,  fica o pedido de desculpa.


 

O Foguete podcast agradece  a participação da banda Toro e das Garotas Amplificadas,  e principalmente a você que nos ouviu!

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Pato Fu - Tributo, em homenagem aos 25 anos da banda



Sabe a novidade mais legal, que já abre essa semana? 30 canções da banda mineira experimental, Pato Fu, em versões desconstruídas por vários artistas de diversos cantos desse Brasil!
A banda está completando 25 anos de carreira esse ano¸ e contabilizou durante esse processo musical, 10 álbuns de estúdio, 2 ao vivo, 5 DVDS e 34 singles. Rafael Chioccarello (Hits Perdidos) e João Pedro Ramos (Crush em Hi-Fi), pensando nisso e com certeza também, na profundidade que a banda representa no cenário musical, decidiram criar um tributo em homenagem ao Pato Fu, nasceu então, o projeto O Mundo Ainda Não Está Pronto, na linda ousadia de desconstruir o já desconstruído, característica inabalável da linguagem musical do Pato Fu.
O Mundo Ainda Não Está Pronto, vem em uma coletânea de dois cds, com releituras de vários artistas, indo do rock ao forró, os artistas participantes do tributo são: Antiprisma (São Paulo/SP), Berg Menezes (De Recife/PE mas vivendo em Fortaleza/CE), Capotes Pretos na Terra Marfim (Fortaleza/CE), Der Baum (Santo André/SP) , Djamblê (Limeira/SP), Eden (Salvador/BA mas vivendo em São Paulo), Dum Brothers (São Paulo/SP), Estranhos Românticos (Rio de Janeiro/RJ), FELAPPI e Marcelo Callado (Rio de Janeiro/RJ), Floreosso (São Paulo/SP), Gabriel Coelho e Renan Devoll (São Bernardo do Campo/SP), Gilber T e os Latinos Dançantes (Rio de Janeiro/RJ), Horror Deluxe (De Pouso Alegre (MG) mas vivendo em Taubaté/SP), João Perreka e os Alambiques (Guarulhos/SP), Lucas Adon (São Paulo/SP), Lerina (Santo André/SP), Mel Azul (São Paulo/SP), Molodoys (São Paulo/SP), Paula Cavalciuk (Sorocaba/SP), Pedroluts (São Paulo/SP), Serapicos (São Paulo/SP), Silvia Sant’anna (São Paulo/SP), Subcelebs (Fortaleza/CE), The Cabin Fever Club (São Paulo/SP), The Outs (Rio de Janeiro/RJ), Theuzitz (Jandira/SP), TucA e Thaís Sanches (Campina Grande/PB mas vivendo em Belo Horizonte/MG), Valciãn Calixto (Teresina/PI), Venus Café (de Volta Redonda/RJ mas vivendo no Rio de Janeiro/RJ) e Yannick com Camila Brumatti (São Paulo/SP), com a arte da capa desenvolvida pelo designer e músico Pedro Gesualdi, (baseada nos robôs do clipe da música Made in Japan, do álbum Isopor). Meu destaque de primeira audição vai para versão de Imperfeito, feita pelo músico Valciã Calixto, um forrózinho bem bacana.
John Ulhoa, se mostrou empolgado, com essa homenagem em seu perfil do Facebook:



Ouça aqui essa super homenagem:



Por Gabriella Riot

sábado, 13 de maio de 2017

Garotas Amplificadas – Atitude feminina e música em BH.

Por Fernanda Kah
Bem ali em Minas Gerais, exatamente em Belo Horizonte, acontece um movimento super interessante que tem como intuito o empoderamento e o estreitamento de laços entre garotas por meio da música.
Adaptado do movimento argentino Chicas Amplificadas e baseado também em experiências nacionais como Girls Rock Camp Brazil, Ladies Rock Camp Brazil e Girls Rock Camp Porto Alegre, garotas de uma escola pública de Belo Horizonte se reuniram e criaram o Garotas Amplificadas, que tem como eixo principal dar expressão à diversidade das mulheres e dos seus processos de resistência, através da linguagem musical, numa oficina musical só de meninas, com aulas de variados instrumentos. Além da parte musical do projeto, as garotas também discutem questões de gênero e história da mulher na música, e participam de oficinas de stencil e defesa pessoal.

“Somos um time de voluntárias formado por pessoas que acreditam que a música pode ser uma das chaves para o fortalecimento das meninas e dos seus laços de sororidade. Buscamos através deste projeto, construir um espaço em que meninas possam experimentar, descobrir e praticar novas formas de se colocar no mundo e de se relacionar, por uma sociedade em que sejamos todas protagonistas de nossas próprias vidas”.

Merecidamente ganhadoras do prêmio Awesome Foundation-MG (rede que procura difundir  e apoiar ideias  legais que venham na intenção de um mundo melhor), em abril desse ano. A primeira edição do Garotas Amplificadas aconteceu nesse 6 de maio, na Escola Estadual Cristiano Machado, bairro Padre Eustáquio, Belo Horizonte- MG.

Ouça a entrevista: https://goo.gl/sGe8Av

Por Gabriella Riot
Revisão de texto: Renata Lopes 



Curta, partilhe essa ideia!



Gostar de ficar por dentro de tudo que rola na música? ouvir canções fresquinhas que acabaram de sair? sejam do mainstream, ou das bandas independentes nacionais, conhecer bandas novas? seu lugar é do nosso lado! Aqui traremos sempre para você, tudo de mais novo no universo cultural, novas descobertas musicais, e claro, o que há de mais novo na produção autoral dos artistas da capital, do Brasil e do mundo...

domingo, 7 de maio de 2017

Alerta Ultranova: Já ouviu o novo álbum do Kasabian?


A banda Kasabian, lançou na sexta- feira (dia 5) seu sexto álbum : For Crying Out Loud .
Com 12 faixas inéditas e 16 faixas na versão deluxe, com versões ao vivo  em um show realizado no King Power Stadium em 2016.
Aproveitando o lançamento, a banda também divulgou um documentário produzido pela Vevo (veja aqui), que conta sobre a fase de criação do novo trabalho e a história da banda.
Meu crédito de primeira audição vai para canção: Comeback Kid, minha favorita por enquanto.

Por Gabriella Riot












1. Ill Ray (The King)
2. You’re in Love With a Psycho
3. Twentyfourseven
4. Good Fight
5. Wasted
6. Comeback Kid
7. The Party Never Ends
8. Are You Looking for Action?
9. All Through the Night
10. Sixteen Blocks
11. Bless This Acid House
12. Put Your Life on It


Ouça o álbum na íntegra:

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Mulherau- Resistência, lirismo e empoderamento


















Em 2014, numa conversa entre as amigas Anna Cristo e Juliana Krause, que queriam homenagear o Dia das Mulheres, surgiu o Mulherau, um sarau só de minas. A ideia é que compartilhemos nossas produções e vivências entre nós, fortalecendo a união das mulheres. Roberta Viana, Mariana Camelo, Fernanda Morgani, Marilia Nóbrega, Bernado Mota, Yasmine, Lucy, JaQue Soul, Ana Aguera, Rô Pacheco, Ana Paula, Helen Aquino, Mônica Sapiens, Johanne, Nira Camelo, Taty Pitanga e Ju Cardoso, são as precursoras do projeto. 
O encontro tem a intenção de contemplar a diversidade das mulheres e dos seus processos de resistência, seja pela poesia, música, performances ou artes plásticas.
Com seis edições, o projeto passou  por um hiato e vem retornando com força total, nessa sétima edição. Será uma noite em  que as mulheres compartilharão suas vivências, sensações e visões e mostrarão a liberdade de seus corpos e vozes.
"Com nosso país cada vez mais em crise social e ética, as mulheres perdendo seus espaços e a ausência de apoio nas violências diárias que vivemos, surgiu a necessidade urgente do retorno. Nossas perspectivas daqui para frente são a de favorecer o diálogo feminista para um formação política e social emancipatória, criar uma rede de apoio e consumo e colaborar com outras mulheres."- Juliana Krause

Por Gabriella Riot


Mulherau, 7.º Edição
Data: 05/04
Horário: 19 hrs
Local : Maloca, Guará II QE 32 conj  M

Apresentações:
AnnArkista de Cristo
Mariana Camelo
Marilia Nóbrega
Ana Lú
Fernanda Morgani
Hellen Aquino
Ju Cardoso
Hellen Dieb
Izabel Morais
JaQue soul
Jirlene Pascoal
Exposição:
Rô Ateliê
Inez Arte& Artesanato
GaiAnandi Terapias

Roda de Conversa:
Caliandras Coletivo
Autocuidado e Sororidade 

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Belchior - Virou eterno, nosso Rapaz Latino-americano.


Infelizmente fomos surpreendidos esse final de semana com a notícia da morte de Belchior, difícil falar aqui sobre ele sem misturar o intenso lado emocional que  me acompanha, do fato de ser apenas mais um nova notícia triste do mundo da música. Cresci ouvindo Belchior, ainda bem, suas letras intensas, me acompanharam quando criança,  adolescência a fora, até hoje... já fui em um show dele, Distrito Federal, Ceilândia, no antigo Quarentão (antigo centro cultural), devia ter uns 10 anos, não sei exatamente, era uma apresentação, junto ao  guitarrista Sérgio Żurawski, das poucas lembranças que tenho desse momento, foi ter conhecido a música  Balada de Madame Frigidaire, que achei engraçada a letra na época, infelizmente não lembro mais muita coisa, só de ouvir em casa sempre suas músicas, que me fez absorver de maneira natural seus versos e toda sua lírica...meu primeiro cd do Belchior, que comprei foi o Concerto Bárbaro, e a música que mais ouvi com exaustão, fora as já conhecidas, foi Notícia de Terra Civilizada, uma das minhas favoritas até hoje, junto a Pequeno Mapa do Tempo, Os Profissionais, Medo de Avião II, Brasileiramente linda, Espacial, ah o álbum Era uma vez um homem e o seu tempo todo para resumir, que é o meu favorito, junto ao Elogio da Loucura, me diferenciando um pouco da galera que tem o Alucinação como o melhor, (Baixe aqui minha coletânea Comentário a Respeito de Mim, com as canções  de Belchior, que mais me marcam).
Belchior foi de encontro ao eterno, domingo, dia 30 de abril, em Santa Cruz do Sul (RS). De acordo com a polícia, um dos médicos do IML relatou informalmente que a causa da morte foi o rompimento da aorta, que indica a morte natural de Belchior.
Em 2014 o site Scream Yell (Site de cultura pop), lançou um tributo bem legal: “Ainda Somos os Mesmos”, que na época achei super sensacional, inclusive noticiado, no meu ex-projeto de uma programa de rádio (Maionese Alternativa), o tributo conta com participações de  artistas como: Nevilton Phillip Long (saiba mais detalhes aqui), e é bem legal recordar nesse momento...

Por Gabriella Riot

Baixe “Ainda Somos os Mesmos” aqui.

Ou ouça no Soundcloud:

sábado, 29 de abril de 2017

The Cranberries - Ouça e se emocione com Something Else, novo lançamento da banda.


Representante  do bom som alternativo dos anos 90, os Cranberries disponibilizaram a poucos dias, nas principais plataformas digitais: Something Else , um disco em formato acústico, contando com  melhor da banda em formato desplugado, e mais 3 inéditas: "The Glory”, “Rupture” e “Why”.
Formada por Dolores O‘Riordan (Vocais), Noel Hogan (Guitarras), Mike Hogan (Baixo) e Fergal Lawler (Bateria), a banda irlandesa explodiu nos anos 90 com sucessos como “Linger”, “Zombie”, “Just My Imagination”, e etc.
Something Else trás a banda acompanhada por um quarteto de cordas. Meu destaque vai para versão de Dreams, minha favorita da banda, (arrepio na primeira audição) e  When You’re Gone. Já com o trio de novas, a que de primeira ouvida  me chamou atenção foi Why. 
Something Else, um lançamento extremamente emocional, para quem é realmente fã

Por Gabriella Riot



Ouça Something Else na íntegra:

Alerta Ultranova: Inédita de Prince; Electric Intercourse, já ouviu?


O selo Warner Bros, anunciou ano passado que relançaria o disco  Purple Rain  de Prince, remasterizado e com inéditas, aprovadas pelo músico ainda em 2015.
Com data marcada para o dia 23 de junho, mas já antecipando as novidades registradas, foi lançada a faixa Electric Intercourse.
Além do disco original remasterizado, o relançamento irá contar com um disco contendo 11 faixas inéditas,gravações feitas em shows e um DVD
com uma apresentação gravada em 1985 no Carrier Dome, em Nova York.

Fonte: Monkeybuzz


Ouça Eletric Intercourse:

Alerta Ultranova: Mac DeMarco, lança "One More Love Song"; ouça.


Em via de lançar seu mais novo trabalho: This Old Dog, Mac DeMarco lançou ontem, sexta feira( dia 28): One More Love Song, quarta canção  de This Old Dog.
This Old Dog, primeiro álbum cheio, desde de Salad Days (2014), virá com 13 faixas, e está com data de lançamento prevista para o mês que vem.
"Fiz as demos do disco inteiro e, conforme  eu me mudava para a Costa Oeste, pensei que finalizaria tudo rápido", comunicado divulgado, junto ao anúncio de This Old Dog, Mas então descobri que se mudar para uma nova cidade e começar uma nova vida, leva tempo", Junto a ao anúncio, ele compartilhou as duas primeiras faixas do álbum: My Old Man e a acústica faixa- título.
This Old Dog, está previsto para ser lançado dia 5 de maio, mas já está disponível para pré venda na Captured Tracks.

Fonte: Rolling Stone Brazil

Ouça One More Love Song:



Capa e tracklist de This Old Dog:



















1 – “My Old Man”
2 – “This Old Dog”
3 – “Baby You’re Out”
4 – “For the First Time”
5 – “One Another”
6 – “Still Beating”
7 – “Sister”
8 – “Dreams From Yesterday”
9 – “A Wolf Who Wears Sheeps Clothes”
10 – “One More Love Song”
11 – “On the Level”
12 – “Moonlight on the River”
13 – “Watching Him Fade Away”

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Alerta Ultranova: As irmãs HAIM estão de volta! com um vídeo da inédita "Right Now".



Após 4 anos, desde da sua estreia com Days are Gone, as irmãs HAIM estão trabalhando em álbum chamado Something To Tell You. Divulgando seu mais novo trabalho,  o trio lançou um vídeo da inédita Right Now, com direção de Paul Thomas Anderson que já tabalhou com artistas como: Fionna Apple e Radiohead. Produzido por Daniel Rechtshaid e com participação de Rostam Batamanglij (ex Vampire Weekend), Something To Tell You, tem data de lançamento marcada pra 07 de julho. 

Fonte : TMDQA

Veja o vídeo de Right Now:

terça-feira, 25 de abril de 2017

No ar nosso primeiro episódio de reestréia! Vem ouvir?


Entrevistas com as bandas Pollyanna is Dead e Signo XIII, lançamento exclusivo do novo single da banda Dínamo Z, novidades da banda The Smiths, novas canções de Iggy Pop Roger Waters e as minhas mais novas descobertas musicais, as bandas paulistanas de indie rock: Pale Sunday e Suéteres, além da nossa singela homenagem ao mestre Jerry Adriani.



  O Foguete podcast agradece à todas as bandas que participaram e principalmente a você que nos ouviu.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Dínamo Z- Lança seu mais novo single "Inalcançável", com exclusividade Foguete.


A música Inalcançável é o mais novo single da banda Dínamo Z. A faixa divulgada com exclusividade aqui pelo Foguete, faz parte do primeiro álbum da banda que contará com 12 faixas inéditas. Gravado e produzido pela própria banda, o álbum ainda não possui data definida para ser lançado. Inalcançável é a única canção pronta e também a única a ser divulgada até o processo final do álbum.
Há 13 anos na estrada, e variadas formações, hoje a Dínamo Z, conta com Bruno Z( Voz e guitarra) , Robson Z( Baixo) e Maikon Z (bateria). A procura de um novo guitarrista solo, após Walter Munganga deixar a formação depois de 1 ano e meio de trabalho.
Com  influências indie rock dos anos 80 e 90, e letras liricamente ácidas, cotidianas e sarcásticas, a banda nos traz Inalcançável,  composta por Bruno e Robson, é uma canção suave  alternativa, balada e embalada, pela voz calma de Bruno Z, perfeita para um fim de tarde reflexivo, imagino ela em um happy hour de um festival europeu.
Bruno Z, além de músico e compositor por excelência, é um agitador cultural da cidade, com projetos extremamente importantes no seu currículo, como: Módulo B, o já habitual Rockriança, hoje em dia divulga o som da cidade, no seu programa de rádio Brockado, que vai ao ar toda quinta- feira às 20:00h pela rádio comunitária Esplanada FM.

Por Gabriella Riot

Ouça Inalcançável:



Saiba mais sobre a Dínamo Z:

Facebook

Ouça muito mais: 



Entre em contato com a Dínamo Z
Email: dinamozrock@gmail.com
Telefone: 61 99611- 6954